Diego

Diego é artista, professor, inventor, educador. Pesquisador dos movimentos e dos restos. Intenta decompor e compor, as coisas e a si. Na sua história conta-se uma faixa preta em Taekwondo, arte marcial da qual foi professor, um diploma em Licenciatura Plena em Educação Física, criação do NECITRA, núcleo de artistas do qual foi coordenador por sete anos, criação e gestão da empresa Canto – Cultura e Arte, coordenação de Dança da Secretaria de Estado da Cultura do RS, é filho dos primos Marcos e Maisa. Em processo conta um mestrado em Educação na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, onde desdobra uma pesquisa sobre jogo e improviso.  É sagitariano, vegetariano.  Nos jogos da vida e nos improvisos cotidianos se compõe com danças, malabarismos, equilíbrios e acrobacias. É atento e disperso, organizado, equilibrado, confuso, bem humorado e sério. Em 2017, Diego se juntou com Bruno em uma coisa sem fim chamada Unoego, que vem a ser um ambiente conceitual para criação artística, que acaba potencializando a realização de diversas intervenções, vídeos e textos, todos eles publicados no site www.unoego.com.

Fale com Diego.