Unoego?

Unoego é um produto processual, projetado cuidadosamente para atender sua necessidade mais imperiosa, que é aquela que você não consegue definir concretamente. Todos nós queremos algo desta vida, e cada um provavelmente quer algo diferente. Mas responder objetivamente, em caráter ontológico, à pergunta “o que eu quero desta vida?”, não é fácil. Unoego é uma resposta para a sua resposta, seja ela qual for, e mesmo que você ainda não a tenha formulado. Concatenando uma série de atividades, materiais, conteúdos e discursos, um unoego é um objeto-acontecimento (nem sempre palpável, nem sempre narrável, algumas vezes ambos), que ocorre precisamente entre você e o mundo, preenchendo as lacunas de sentido com as certezas de que você precisa, sempre móveis e fluídas. Unoego é portanto a liga da existência: coisa-porque-substância, vivência-porque-desaparece – um produto processual, à revelia dos processos produtivos do capitalismo global.